11 de ago de 2008

ABERJE divulga estudo sobre as políticas salariais em Comunicação

Os resultados do 1o. Estudo de Remuneração da
área de Comunicação Organizacional mostram que um
profissional no cargo de Gerência recebe
mensalmente entre R$ 10.600,00 e R$ 14.800,00,
além dos benefícios. Já um Coordenador na área
fica num patamar entre R$ 5.800,00 e R$ 8.800,00
por mês. Se for Analista de Comunicação, em nível
pleno, o salário situa-se na faixa de R$
3.800,00. O estudo foi realizado pela ABERJE ­
reunindo as Associações Brasileiras de
Comunicação Empresarial, de Branding e de
Comunicação Organizacional ­ e pela DMR
Consulting, junto a um painel de empresas
representativas associadas à entidade, no final
do primeiro semestre de 2008. Além dos salários
mensais, os profissionais da área de comunicação
receberam, como bônus ou Participação nos Lucros
e Resultados, valores que variaram entre 1,6 e 4,1 salários na média.

A experiência não é nova. As duas organizações já
haviam estabelecido uma parceria em 2007 para a
realização de um levantamento preliminar. Na
ocasião, segundo relata o administrador Carlos
Alberto Ramello, diretor da DMR, informações
disponíveis no banco de dados da consultoria,
compuseram um mapeamento inicial, disponível
ainda no site da entidade clique link acima.
Os executivos em 77% das empresas participantes
têm automóvel concedido pela empresa, com troca a
cada três anos, enquanto que, independente do
cargo, em 83% das empresas há plano de
assistência odontológica, em 94% estão cobertos
por plano de previdência privada, e em 90%
recebem subsídio de 70% para a educação regular
(curso superior, MBA e outras opções em
pós-graduação) e de 60% para a realização de
curso de idiomas. Os valores pagos aos
estagiários dependem do ano do universitário, mas
varia entre um mínimo de R$ 4,28 e um máximo de
R$ 9,35 por hora, com uma carga aproximada de 168 horas/mês de atividades.